O vinho relatado nas Escrituras

 
 

O vinho na Sagrada Escritura não tinha álcool?

Hoje só conseguimos beber suco de uva em qualquer época do ano porque é pasteurizado, um processo inventado por Louis Pasteur. Portanto, pode até ser que os Yehudim(Judeus) bebessem suco de uva, mas isso só aconteceria em um breve período após a colheita, já que não tinham refrigeradores e nem conheciam a pasteurização  . Qualquer suco de uva guardado por uma semana irá fermentar e acabar virando um tipo de vinho, ou criar mofo e ficar impróprio para o consumo.

A pasteurização consiste, basicamente, no aquecimento do alimento a uma determinada temperatura, e por determinado tempo, de forma a eliminar os microrganismos ali presentes. Posteriormente, tais alimentos são selados hermeticamente por questões de segurança, evitando assim uma nova contaminação. O avanço científico de Pasteur melhorou a qualidade de vida dos humanos permitindo que produtos, como por exemplo o leite, pudessem ser transportados sem sofrerem decomposição.

A questão do vinho alcoólico que geralmente é levantada por autores norte-americanos é uma consequência da cultura daquele país.

O próprio Yahushua se refere a si mesmo como alguém que comia e bebia, e a crítica que faziam dele, leva-nos a a fazermos a seguinte pergunta: que tipo de bebida Yahushua bebia, que fazia com que alguns o criticassem?

Mt 11:19 "Veio o Filho do Homem, comendo e bebendo, e dizem: Eis aí um homem comilão e beberrão, amigo de publicanos e pecadores".

Veja que quando o salmista fala das coisas que Elohim fez, o vinho está incluído como algo para alegrar o coração do homem, ao lado do azeite e do pão:

Sl 104:13-15 "Ele rega os montes desde as suas câmaras; a terra farta-se do fruto das suas obras. Ele faz crescer a erva para os animais e a verdura, para o serviço do homem, para que tire da terra o alimento e o vinho que alegra o seu coração; ele faz reluzir o seu rosto com o azeite e o pão, que fortalece o seu coração".

Será que alguém é ingênuo o suficiente para ler "...e o suco de uva que alegra o seu coração"?

A exortação para a celebração da ceia instituída por Yahushua, era de que se controlassem para não ficarem embriagados, uma admoestação que não faria qualquer sentido se a ceia fosse celebrada com suco de uva! 

Vejamos o texto abaixo:

1 Co 11:21 "Porque, comendo, cada um toma antecipadamente a sua própria ceia; e assim um tem fome, e outro embriaga-se".

Quando a Sagrada Escritura fala da embriaguez causada pelo vinho, ela o faz em referência ao Ruach Kadosh, o qual deve ser a fonte de alegria do crente em Yahushua e, o seu "estimulante":  Ef 5:18 "E não vos embriagueis com vinho, em que há contenda, mas enchei-vos do Ruach".

Se tentar trocar isso tudo por suco de uva, não vai funcionar. As passagens perderão completamente o sentido. Além disso, o primeiro milagre de Yahushua se tornaria em motivo de gozação. Quem iria celebrar uma festa de casamento servindo suco de uva? E qual mestre-sala iria elogiar o segundo suco de uva como sendo melhor que o primeiro refresco?

Naquele tempo, aquele que é chamado de "mestre-sala", era uma pessoa que reunia as características de mestre de cerimônia e/ou maitre. Enfim, não era apenas alguém capaz de organizar uma festa, mas também um connoisseur em matéria de comidas e bebidas, como um chefe de buffet de nossos dias. Você conhece algum connoisseur de suco de uva?

Tente trocar "vinho" por "suco de uva" no relato da festa de Caná e vai ficar algo absurdo assim:

Jo 2:9-10 "E, logo que o mestre-sala provou a água feita SUCO DE UVA ( não sabendo de onde viera, se bem que o sabiam os empregados que tinham tirado a água ), chamou o mestre-sala ao esposo. E disse-lhe: Todo homem põe primeiro o SUCO DE UVA bom e, quando já têm bebido bem, então, o inferior; mas tu guardaste até agora o bom SUCO DE UVA".

O texto acima, ao substituir o vinho pelo suco de uva fica sem sentido, "estranho" concordam?

O álcool certamente causa muitas tragédias quando tomado em excesso, como tudo o que consumimos em demasiado! E, nisso surgem pessoas tendenciosas, que distorcem as Escrituras para fazerem valer sua própria opinião a respeito desse assunto, taxando o vinho como uma bebida imprópria pra ser consumida na Ceia!

E, para fazerem fazem uso do texto abaixo, para afirmar que Yahushua, como Sacerdote de Elohim, não poderia beber vinho:

Lev. 10:9-11 " Não bebereis vinho nem bebida forte, nem tu nem teus filhos contigo, quando entrardes na tenda da congregação, para que não morrais... para fazer diferença entre o santo e o profano e entre o imundo e o limpo. E para ensinar aos filhos de Israel todos os estatutos que YHWH lhes tem falado...'"

Se você encontrar um cartaz dizendo "Não bebereis vinho nem bebida forte, nem tu nem teus filhos contigo, quando estiveres dirigindo seu automóvel, para que não morrais", será que você entenderia o texto como uma proibição generalizada ao consumo de bebida alcoólica?

A ordem semelhante aparece aqui: Ezequiel 44:21 "Nenhum sacerdote beberá vinho quando entrar no átrio interior."

É claro que quando o autor parte do princípio de que tudo o que fala de positivo sobre a palavra "vinho" está se referindo ao suco de uva, e tudo o que fala de negativo, à bebida alcoólica, fica impossível contra-argumentar com versículos como aquele em que Melquisedeque traz pão e vinho para Abraham (Gn 14:18). Ora, porventura teria Melquisede trazido pão e suco de uva? 

Vejamos também os textos abaixo:

Nm 6:2-4 "Fala aos filhos de Israel, e dize-lhes: Quando alguém, seja homem, seja mulher, fizer voto especial de nazireu, a fim de se separar para YHWH, abster-se-á de vinho e de bebida forte; não beberá, vinagre de vinho, nem vinagre de bebida forte, nem bebida alguma feita de uvas, nem comerá uvas frescas nem secas. Por todos os dias do seu nazireado não comerá de coisa alguma que se faz da uva, desde os caroços até as cascas".

Quando a Sagrada Escritura quer explicar o tipo de bebida feita com uva, ela o faz em detalhes. A ideia de deixar à nossa vontade interpretarmos quando a palavra "vinho" significa vinho alcoólico ou suco de uva gera problemas na interpretação desta passagem quando Jotão fala por parábolas:

Jz 9:13 "Mas a videira lhes respondeu: Deixaria eu o meu mosto, que alegra a Elohim e aos homens, para ir balouçar sobre as árvores?"

Acaso o suco de uva poderia alegrar a Elohim e aos homens? E se aqui for vinho alcoólico mesmo, como poderia estar associado a alegria em relação a Elohim? Lembre-se do Salmo que diz que "o vinho alegra o coração do homem".

Cremos que a questão é muito simples: beber vinho NÃO é pecado, embriagar-se É. Alimentar-se não é pecado, glutonaria é. Sexo não é pecado, fornicação e sexo fora do casamento é.

Mais um ponto importante que põe por terra o artigo sobre suco de Uva x Vinho. A Festa da Páscoa ocorria na Primavera (entre Março e Abril, durava 7 dias) e a Festa dos Tabernáculos (ou colheita dos frutos) no outono (entre Setembro e Outubro, também durando 7 dias).

Ou seja, Quando Yahushua participou da última ceia com seus discípulos, era a Páscoa, portanto 6 ou 7 meses após a colheita das uvas. O cálice que eles beberam certamente não podia ser de suco de uva. Basta guardar suco de uva não pasteurizado e, fora de uma embalagem Tetra-Pack, para que este se transforme em um caldo embolorado ou, na melhor das hipóteses, em vinagre.

Dt 16:13-15 "A festa dos tabernáculos celebrarás por sete dias, quando tiveres colhido da tua eira e do teu lagar. E na tua festa te regozijarás, tu, teu filho e tua filha, teu servo e tua serva, e o levita, o peregrino, o órfão e a viúva que estão dentro das tuas portas. Sete dias celebrarás a festa a YHWH teu Elohim, no lugar que o YHWH escolher; porque o YHWH teu Elohim te há de abençoar em toda a tua colheita, e em todo trabalho das tuas mãos; pelo que estarás de todo alegre."

Luc 22:13-18 "Foram, pois, e acharam tudo como lhes dissera e prepararam a páscoa. E, chegada a hora, pôs-se Yahushua à mesa, e com ele os apóstolos. E disse-lhes: Tenho desejado ardentemente comer convosco esta páscoa, antes da minha paixão; pois vos digo que não a comerei mais até que ela se cumpra no reino de Elohim. Então havendo recebido um cálice, e tendo dado graças, disse: Tomai-o, e reparti-o entre vós; porque vos digo que desde agora não mais beberei do fruto da videira, até que venha o reino de Elohim". 

É, eu sei que neste ponto o autor do texto diria que aí não diz vinho, mas "fruto da videira". Neste caso, a pergunta que nos vem a mente é: então por que razão em todas as outras passagens, como nas bodas de Caná, a bebida não foi chamada de "fruto da videira"?

Resumindo, algumas razões pelas quais Elohim não proíbe o uso moderado do vinho:

1. Porque o mesmo estava presente nas festas e, bodas de matrimônio. Tanto é que o primeiro milagre de Yahushua, foi transformar a àgua em vinho!

2. O uso do vinho é parte essencial do testemunho dos crentes em Yahushua, pois simboliza o seu sangue derramado no madeiro para remissão de nossos pecados.

3. Yahushua era chamado de "glutão e beberrão" simplesmente porque comia e bebia como qualquer ser humano, em contraste com Yokhanan(Jo), o Imersor, o qual se abstinha de certas coisas.

4. O vinho foi usado na última ceia com a aprovação de Yahushua, o qual ordenou a seus emissários, beberem do cálice.

5. Colossenses 2 condena a proibição de alimentos criados por Elohim(veja também 1 Tm 4:3-7).

6. O uso do vinho é recomendado pelo apóstolo Shaul em 1 Tm 5:23 como medicamento.

 

Como podemos perceber, em nenhum lugar da Sagrada Escritura, Elohim proíbe o consumo de vinho. A proibição é para o excesso (embriaguês), tanto no Antigo Testamento quanto no Novo Testamento, em especial nos abusos cometidos na Ceia instituída por Yahushua, abusos estes, descritos em 1 Cor. 11.

Assim sendo, cremos que a posição de qualquer crente em Yahushua, não apenas em relação ao vinho, mas a qualquer fonte de alegria e prazer nesta vida, deve ser sempre a da noiva, conforme descrito no texto abaixo:

 Cantares 1:1-4: "...melhor é o Teu amor do que o vinho... em Ti nos regozijaremos e nos alegraremos; do Teu amor nos lembraremos, mais do que do vinho."

 

Contato

Oholyao em Queimados RJ

oholyaodeiaurrushua@gmail.com

Pesquisar no site

© 2014 Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por Webnode