Compreendendo a Expressão: Santo Santo Santo - YeshaYahu(Is) 6:3

Shalom!
 
Elaboramos esse estudo, porque quantos de nós, não se pegou fazendo uso dessa expressão: "Santo Santo Santo é Yhwh dos Exércitos", para se referir ao Criador? Para atribuir-lhe louvor;  ou em orações e, há, por incrível que pareça, até quem faça uso dessa expressão para justificar a doutrina Trinitariana! 
 
Diante disso, surgiu em nós, o desejo de elaborarmos um estudo a respeito dessa expressão, no âmbito gramatical, de modo a compreendermos seu uso, quer seja no Tanach, quer seja, no que hoje, conhecemos por Novo Testamento!
 
Bom... vejamos os textos abaixo:
 
YeshaYahu(Is) 6:3  " E clamavam uns aos outros, dizendo: Santo, Santo, Santo é Yhwh dos Exércitos; toda a terra está cheia da sua glória".

Apocalipse 4:8  E os quatro animais tinham, cada um, seis asas, e ao redor, e por dentro, estavam cheios de olhos; e não descansam nem de dia nem de noite, dizendo: Santo, Santo, Santo, é Yhwh Elohim, o Todo-Poderoso, que era, e que é, e que há de vir. "
 
 
Percebam que, no texto em YeshaYahu 6, em que é relatado o chamado desse profeta, o qual nos descreve a visão que teve do Altíssimo, onde Este estava assentado em seu trono, tendo ao seu redor, Serafins, os quais, clamavam uns para os outros, dizendo:" Santo Santo Santo, é Yhwh dos Exércitos. Já no texto que se encontra em Apocalipse, essa expressão é usada por seres viventes. E, nisso, a pergunta que nos vem a mente é: qual a necessidade de Seres em questão ( seres celestiais e seres vivos), triplicarem o uso da palavra Santo? Vocês já pararam para pensar nisso? 
 
Então... afim de compreendermos a ligação dessa expressão, com o Altíssimo, recorremos a sintaxe gramatical do hebraico e, ao fazermos isso, a explicação que obtemos é a seguinte: para expressarmos uma idéia de superlativo no hebraico, temos as seguintes opções: a) utilizarmos a formação de construto absoluto, numa relação de posse mútua; b) fazermos uso da repetição de termos iguais, geralmente, adjetivos.
 
Analisando as opções pontuadas acima, para a formação do superlativo no hebraico:
 
a) através do Construto Absoluto
 
Para auxiliar nossa explicação, no que diz a respeito da formação de construto absoluto, faremos uso de uma expressão que, acreditamos ser conhecida pelo leitor e, que expressão seria essa? E, a resposta é: a expressão Santo dos Santos.
 
No Pentateuco, encontramos essa expressão escrita da seguinte maneira: Kadoshi Kadoshim, como podemos observar no texto em hebraico, abaixo:
 
Em algumas versões, como por exemplo, na Bíblia de Jerusalém, a expressão usada como tradução da expressão: Kadosh Hakadoshim é: Santo dos Santos,  conforme podemos observar no texto abaixo:
 
Exodo 26:33 " Pendurarás o véu debaixo dos colchetes e trarás para lá, para dentro do véu, a arca do Testemunho. O véu vos servirá de separação entre o Santo e o Santo dos Santos".
 
Na versão NVI, encontramos a melhor tradução para kadosh Hakadoshim: Santíssimo Lugar, conforme podemos observar no texto abaixo:
 
Exodo 26:33 " Pendure o véu pelos colchetes e coloque atrás do véu a Arca da Aliança. O véu separará o Lugar Santo do Lugar Santíssimo".
 
Percebam a relação mútua entre o espaço, ou seja, o lugar que é Santo, com aquele que por ser Santo, torna o lugar em que se faz presente, Santo também... É isso que chamamos de Construto Absoluto no hebraico.
 
 
b) através da Repetição de termos iguais, geralmente, adjetivos:
 
Para auxiliar nossa explicação, no que diz a respeito a essa formação do superlativo no hebraico, faremos uso de uma expressão que, também acreditamos ser conhecida pelo leitor e, que expressão seria essa? E, a resposta é: a expressão Santo Santo Santo, a qual é tema de nosso estudo.
 
Vejamos abaixo, a maneira como a expressão Santo Santo Santo, aparece escrita no texto em hebraico: Kadosh Kadosh Kadosh:
 
YeshaYahu 6:3
 
Como podemos perceber, no texto do Profeta YeshaYahu, o adjetivo Santo, aparece triplamente repetido e, essa repetição nos fez pensar o seguinte: o que teria motivado o autor desse texto, a proceder dessa forma? Para obtermos essa resposta, recorremos mais uma vez, a gramática hebraica, na qual obtemos a seguinte explicação: quando se tem por objetivo exaltar de modo gigantesco, os atributos e/ou qualidade de algo ou alguém, repetimos esses atributos.
 
Daí, compreendermos o porque o autor repetir por 3(três) vezes, o adjetivo Santo, afim de ressaltar a grandeza da Santidade de Yah Elohim, uma Santidade que vai muito além do ser Santo... que está muito acima, do nível padrão que conhecemos... ou seja, neste caso, o grau superlativo que se obtém com a repetição do termo Santo, é: SANTÍSSIMO.
 

Contato

Oholyao em Queimados RJ

oholyaodeiaurrushua@gmail.com

Pesquisar no site

© 2014 Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por Webnode