HAVIA OU NÃO DIVERGÊNCIAS NA congregação primitiva (século i ec)

 
 
 
Atos 2:42,46 " E perseveravam na doutrina dos apóstolos e, na comunhão e, no partir do pão e, nas orações. E em toda a nefesh(Ser/Pessoa) havia temor e, muitas maravilhas e, sinais se faziam pelos apóstolos. E todos os que criam estavam juntos e, tinham TUDO EM COMUM. E vendiam suas propriedades e bens e, REPARTIAM COM TODOS, segundo cada um havia de mister. E, perseverando unânimes todos os dias no templo e, PARTIAM O PÃO em casa, COMIAM JUNTOS com alegria e singeleza de coração."
 
Baseado no texto acima, criou-se no meio dos crentes uma visão de que a Congregação de Atos dos Apóstolos, era a verdadeira congregação no que tange ao cumprir as palavras de Yahushua. E, nisso, há quem afirme e acredite que, os crentes que faziam parte dessa Congregação, manifestavam o verdadeiro amor uns para com os outros, de modo que não havia necessitados, não havia conflitos... como se tudo fosse perfeito! E, assim sendo..., há quem veja a Congregação de Atos dos Apóstolos como padrão a ser imitada, a ser seguida... e, baseados nessa premissa, muitos de nós, não vendo nos dias de hoje, o que acreditam ter existido na Congregação de Atos, acabam se entristecendo, sentindo-se frustrados e, inferiores em relação àqueles irmãos do passado.
 
No entanto, quando analisamos os textos do novo testamento, como por exemplo: as Cartas de Shaul(Paulo), de Yohanan(João), de Kefa(Pedro) e, até mesmo, nos Atos dos Apóstolos, datados do primeiro século(Sec I EC), o que encontramos são inúmeros relatos de conflitos e, divergências relacionadas a questões doutrinárias; a questões de autoridade; liderança e, etc.
 
Não estamos com isso, dizendo que seja bom haver dissenções; divergências, divisões, intrigas em meio a Congregação ..., o que queremos pontuar aqui é, que tanto os irmãos do passado, como nós, nos dias de hoje, somos seres humanos passíveis a erros e, carentes da misericórdia do Eterno para nos aperfeiçoar a cada dia.
 
Diante disso, procuraremos demonstrar o que estamos falando, através de textos bíblicos que não deixam dúvidas, sobre as muitas divergências existentes entre os crentes da antiguidade.
 
Vejamos os textos abaixo:
 
Atos 6:1Ora, naqueles dias, crescendo o número dos discípulos, houve uma murmuração dos gregos contra os hebreus, porque as suas viúvas eram desprezadas no ministério cotidiano."
 
Podemos perceber no texto acima que, a divisão da comida já não era tão igualitária como nos é narrado em Atos 2. E, na desigualdade, o que podemos perceber é que os responsáveis pela distribuição do alimento diário, faziam ACEPÇÃO de pessoas, o que acabou gerando uma grande reclamação dos crentes gregos, os quais viam suas viúvas sendo esquecidas, "postas de lado" em detrimento as viúvas hebréias. E, quanto a isso, o texto é bem claro, quando diz: " as viúvas eram desprezadas no ministério cotidiano".
 
Vejam que, discursos tais como: "não havia necessitados na Congregação de Atos" , " na Congregação primitiva tudo era diferente, os crentes eram mais unidos, verdadeiros, preocupados uns com os outros", NÃO É UMA VERDADE ABSOLUTA, ao contrário! Há um ditado popular que diz o seguinte: " farinha pouca, meu pirão primeiro". E, nos momentos de crise, de dificuldades, esse ditado popular, tornava-se uma realidade latente entre os crentes que faziam parte da Congregação de Atos dos Apóstolos.
 
Atos 15:1-3  "Então alguns que tinham descido da Judéia ensinavam assim os irmãos: Se não vos circuncidardes conforme o uso de Moisés, não podeis salvar-vos. Tendo tido Paulo e Barnabé NÃO PEQUENA DISCUSSÃO E CONTENDA contra eles, resolveu-se que Paulo e Barnabé, e alguns dentre eles, subissem a Jerusalém, aos apóstolos e aos anciãos, sobre aquela questão. E eles, sendo acompanhados pela igreja, passavam pela Fenícia e por Samaria, contando a conversão dos gentios; e davam grande alegria a todos os irmãos."
 
Atentando-nos para o texto acima, podemos perceber a divergência no que tange ao ensino. Vejam que os crentes que haviam descido da Judéia, apregoavam aos gentios de Antioquia, que para estes serem salvos, era necessário que os mesmos fossem submetidos a circuncisão! E, nisso, deparamo-nos com mais um conflito, a saber: o de ensino, onde de um lado, estava Shaul e Barnabé, os quais discordavam da necessidade da circuncisão para a salvação do homem e, de outro lado, os crentes que desceram da Judéia, os quais ensinavam que era necessário a circuncisão.
 
Atos 15: 4-7E, quando chegaram a Jerusalém, foram recebidos pela igreja e pelos apóstolos e anciãos, e lhes anunciaram quão grandes coisas Deus tinha feito com eles. Alguns, porém, da seita dos fariseus, que tinham crido, se levantaram, dizendo que era mister circuncidá-los e mandar-lhes que guardassem a lei de Moisés. Congregaram-se, pois, os apóstolos e os anciãos para considerar este assunto. E, havendo GRANDE CONTENDA, levantou-se Pedro e disse-lhes: Homens irmãos, bem sabeis que já há muito tempo Deus me elegeu dentre nós, para que os gentios ouvissem da minha boca a palavra do evangelho, e cressem."
 
Percebam no texto acima que, Shaul e Barnabé ao chegarem em Yerushalaim, constataram que os mesmos ensinos que que eles combateram em Antioquia, também estava sendo apregoado em Yerushalaim, o que acabou resultando em mais uma GRANDE CONTENDA, onde de uma lado estava Shaul e Barnabé e, de outro, os participantes da Seita dos Fariseus.
 
Atos 15:29 " Que vos abstenhais das coisas sacrificadas aos ídolos, e do sangue, e da carne sufocada, e da fornicação, das quais coisas bem fazeis se vos guardardes. Bem vos vá."
 
Por fim, conforme podemos observar no versículo 29, depois de muita discussão e, contenda entre os CRENTES em Yahushua, há um "suposto" acordo entre estes e, que "acordo" foi esse? E, a resposta é: a de deixar estabelecido 3 ensinos fundamentais a serem transmitidos aos gentios: 1º)  a de se absterem das coisas sacrificadas aos ídolos; 2º) as relacionadas a comida, onde devereiam se abster do sangue e da carne sufocada; 3º) ao que se refere a fornicação. Mas... no que diz respeito a circuncisão e, o guardar a Lei de Moshê, como necessários para salvação, da-nos a entender que não ficou 100% resolvida, conforme podemos observar no texto abaixo:
 
Gálatas 2:1-14 Depois, passados catorze anos, subi outra vez a Jerusalém com Barnabé, levando também comigo Tito. E subi por uma revelação, e lhes expus o evangelho, que prego entre os gentios, e particularmente aos que estavam em estima; para que de maneira alguma não corresse ou não tivesse corrido em vão. Mas nem ainda Tito, que estava comigo, sendo grego, foi constrangido a circuncidar-se; E isto por causa dos falsos irmãos que se intrometeram, e secretamente entraram a espiar a nossa liberdade, que temos em Iarrushua o Ungido, para nos porem em servidão; Aos quais nem ainda por uma hora cedemos com sujeição, para que a verdade do evangelho permanecesse entre vós. E, quanto àqueles que pareciam ser alguma coisa (quais tenham sido noutro tempo, não se me dá; o altissímo não aceita a aparência do homem), esses, digo, que pareciam ser alguma coisa, nada me comunicaram; Antes, pelo contrário, quando viram que o evangelho da incircuncisão me estava confiado, como a Pedro/Shimon o da circuncisão (Porque aquele que operou eficazmente em Pedro/Shimon para o apostolado da circuncisão, esse operou também em mim com eficácia para com os gentios), E conhecendo Yaacov(Tiago), Cefas(Pedro) e Yohanan(João), que eram considerados como as colunas, a graça que me havia sido dada, deram-nos as destras, em comunhão comigo e com Barnabé, para que nós fôssemos aos gentios, e eles à circuncisão; Recomendando-nos somente que nos lembrássemos dos pobres, o que também procurei fazer com diligência. E, chegando Pedro/Shimon à Antioquia, lhe resisti na cara, porque era repreensível. Porque, antes que alguns tivessem chegado da parte de Tiago/YaaKov, comia com os gentios; mas, depois que chegaram, se foi retirando, e se apartou deles, temendo os que eram da circuncisão. E os outros judeus também dissimulavam com ele, de maneira que até Barnabé se deixou levar pela sua dissimulação. Mas, quando vi que não andavam bem e direitamente conforme a verdade do evangelho, disse a Pedro/Shimon na presença de todos: Se tu, sendo judeu, vives como os gentios, e não como judeu, por que obrigas os gentios a viverem como Yehudim (judeus)?"
 
 
Como podemos perceber no texto acima, a questão da circunscisão ainda não fora totalmente resolvida. Vemos o Apóstolo Shaul combatendo os defensores dessa questão, os quais, assim como ele, também eram crentes em Yahushua. Obsevem que as divergências eram acirradas e, em meio aos conflitos estabelecidos, Shaul chega ao ponto de chamar esses defensores da circuncisão de: falsos irmãos. E, nisso, podemos pontuar o seguinte: se Shaul chama os que com ele divergia, de falsos irmãos, é porque os mesmos faziam parte da mesma emuná, concordam? Do contrário, não faria sentido, chamá-los de falsos, visto que, caso eles pregassem outro Ungido, JAMAIS poderiam ser chamados de irmãos!
 
No texto fica claro que os conflitos e divergências entre Shaul e os demais crentes , compartilhavam da mesma emuna, criam no mesmo Elohim, mas divergiam no que diz respeito a doutrina; ao ensino.
 
Outro episódio, importante a ser mencionado nesse texto, diz respeito a contenda que se deu entre Shaul e Kefa(Pedro), mas dessa vez, o conflito teve por motivo, a questão da comida. O texto não oferece respaldo para falarmos acerca da resposta que provavelmente Kefa tenha dado a Shaul, assim sendo,  não faremos suposições acerca do que Kefa falou ou deixou de falar. O importante aqui é, deixarmos claro que, na Congregação primitiva, havia conflitos; dissenções; acepção de pessoas; intrigas; disputas de cargos, dentre outros. 
 
 
I Corintios 9: 1,6 " Não sou apóstolo? Não sou livre? Não vi eu a Yahushua o Mashiach(Ungido), Adon nosso? Não sois vós a minha obra no Mestre? Se eu não apóstolo para os outros, ao menos o sou para vós; porque vós sois o selo do meu apóstolado no Ungido. Esta é minha defesa para com os que me condenam. Não temos nós direito de comer e beber? Não temos nós direito de levar conosco uma esposa crente, como também os demais apóstolos e, os irmãos no Adon e, Kefa? Ou só eu e Barnabé não temos direito de deixar de trabalhar?"
 
Observem que em defesa de seu apostolado, perante os crentes em Coríntios, Shaul lança a seguinte pergunta: " Não sou eu apóstolo?". E, dando sequência ao seu discurso, afirma que o seu trabalho evangelistico entre os gentios, já denota que ele faz jus (ele é merecedor) ao título de apóstolo. 
 
Percebam que havia entre os crentes em Corintios, uma desconfiança acerca do apostolado de Shaul. Daí compreendermos o versículo 2, onde lemos o seguinte: " se não sou apóstolo para os outros, para vós, ao menos, o sou"... Vemos claramente nesse texto que, para alguns dentre os crentes em Yahushua, Shaul não era considerado apóstolo, ao contrário! Shaul aos olhos de alguns crentes era tido como aproveitador; como alguém que queria ser mantido pela Congregação. Nos dias de hoje, essa desconfiança acerca da função exercida por Shaul na Congregação, chega a ser absurda, mas naquele tempo... as coisas não eram bem assim! 
 
No versículo 3, Shaul se vê envolvido em vários debates, onde divergia seriamente de outros CRENTES, os quais provavelmente o acusam de tentar ser apóstolo sem ter reconhecimento unânime, além de tentar se aproveitar da Congregação. E, quanto a isso, Shaul faz sua defesa, perante os Corintios, dizendo o seguinte: " não sois vós a minha obra no Mestre? Ou seja, não foi através de Shaul que as boas novas chegaram até os Corintios? Por isso ele reivindicava os mesmos direitos dos demais apóstolos!
 
E, acerca desses fatos, uma coisa é certa: nada se faz novo debaixo dos céus! Os mesmos conflitos manifestos no passado em meio a Congregação do Yahu, continuam presentes nos dias de hoje, mudando apenas os personagens; o período..., mas as ações e, a maneira como elas são praticadas, continuam as mesmas! 
 
Quem nunca ouviu em meio aos crentes, acusações acerca de outros irmãos, onde estes são chamados de " cães gulosos"; maledicentes; pessoas que nada de bom tem a oferecer; pessoas que devemos evitar, pessoas chamadas de malditas, pessoas que estão debaixo da lei; hereges; pessoas que ensinam heresias; cobradores de dízimos; pessoas que praticam o mitraísmo... e por aí vai!
 
Percebam que do mesmo modo que Shaul se empenhava em defender seu apostolado, nos dias de hoje, também encontramos quem defenda o ministério que lhe fora confiado. 
 
Portanto, essa visão de que a unidade entre os crentes era plena, absoluta; não era bem assim! Pois onde há vaidade, dificilmente há espaço para que o amor, a misericórdia; a justiça e; a verdade, reine!
 
Vejamos agora, outro texto:
 
II Corintios 11: 4-5;10;13-14,18; 22-23.
 
4-Porque, se alguém for pregar-vos outro Yahushua que nós não temos pregado, ou se recebeis outro espírito que não recebestes, ou outro evangelho que não abraçastes, com razão o sofreríeis. 
5-Porque penso que em nada fui inferior aos mais excelentes apóstolos.
10- Pela verdade do Ungido que está em mim, decalro que este título de glória não me será arrebatado nas regiões da Acaia.
13- Porque tais falsos apóstolos são obreiros fraudulentos, transfigurando-se em apóstolos de Iarrushua.

14-E não é maravilha, porque o próprio Satanás se transfigura em anjo de luz.
15- Não é muito, pois, que os seus ministros se transfigurem em ministros da justiça; o fim dos quais será conforme as suas obras.
18- Pois que muitos se gloriam segundo a carne, eu também me gloriarei.

22-São hebreus? também eu. São israelitas? também eu. São descendência de Abraão? também eu.
23- São ministros de Cristo? (falo como fora de mim) eu ainda mais: em trabalhos, muito mais; em açoites, mais do que eles; em prisões, muito mais; em perigo de morte.

 

Vemos no texto de acima, Shaul debatendo questões doutrinárias e, o versículo 4 é bem claro quanto a isso, onde Shaul alerta os crentes em Corintios, de que havia pessoas apregoando Yahushua de maneira diferente da que ele havia lhes apresentado. E, a respeito das diferenças de ensino que começavam a surgir em Corintios, novos conflitos surgiam!

Diante disso, fica nítido que nem todos pensavam ou agiam de maneira coesa; uniforme; unânime, no que diz respeito aos ensinos doutrinários na Congregação!

No discorrer do texto em 2Cor 11, deparamo-nos com uma querela(confusão/discordância), a qual sempre esteve presente no meio da Congregação, a saber: quem era ou não verdadeiramente Apóstolo. Shaul no verso 5 se pôe em pé de igualdade, para com aqueles a quem ele chama de "excelentes apóstolos". Estes a quem Shaul se refere, provavelmente sejam os que andaram com Yahushua aqui na terra. Eram esses que tentavam a todo custo, tirar-lhe o título de apóstolo, conforme estava ocorrendo na região das Acaía. 

A nível de informação, Acaia era uma região que ficava ao sul da Grécia, onde se situa a cidade de Corinto. Não é por acaso que a Carta onde Shaukldefende incansavelmente seu apostolado seja em Corinto.

Nesses versículos destacados no texto em 2Cor.11, Shaul, não mede palavras ao chamar áqueles que discordam de sua visão doutrinária e, de seu apostolado de: falsos apóstolos de Yahushua e de enviados de Satanás. Percebam, que o "clima" entre a relação de Shaul e os crentes em Corintios, era pesado, a ponto de se fazerem sérias acusações. 

Portanto, como podemos perceber, estes que "brigavam" com Shaul pela questão do apostolado, também eram Yehudim(Judeus) que criam em Yahushua, denotando mais uma vez que, os conflitos existentes não era coisa de impio ou de pessoas do "mundo", mas sim de crentes.

Na terceira epistola de Yohanan(João), o escritor dá nome àqueles que em sua visão, são pessoas más, as quais embora façam parte da comunidade dos santos, sempre procuram o seu bel prazer, conforme podemos observar no texto abaixo:

3Yohanan(Jo) 1:9-10 " Escrevi à igreja, mas Diótrefes, que gosta muito de ser o mais importante entre eles, não nos recebe. Portanto, se eu for, chamarei a atenção dele para o que está fazendo com suas palavras maldosas contra nós. Não satisfeito com isso, ele se recusa a receber os irmãos, impede os que desejam recebê-los e, os expulsa da assembléia."

Percebam que o autor da carta dá nome aos "bois", ou seja, diz quem é a pessoa que se comportava mal na Congregação de Yahushua, o qual fazia uso de palavras maldosas contra irmãos, recusando a recebe-los e, impedindo os que ao contrário dele, desejassem recebê-los...

Assim sendo, o que procuramos mostrar através desse estudo é, que na Congregação primitiva, não havia toda essa harmonia que muitos acreditam ter havido. De acordo com as Escrituras, havia entre os crentes do passado, quer seja em Atos dos Apóstolos; em Corintios; em Gálatas, muitas divergências, brigas, animosidades e, muitas vezes acusações pesadas, como os textos nos relatam acima. E, ter o conhecimento acerca dessas coisas, serve para demonstrar que os irmãos do passado em nada eram melhores que nós e, do mesmo modo, também não somos melhores que eles! 

Precisamos compreender o seguinte: os crentes do passado, eram pessoas comuns, sujeitos as mesmas paixões/erros, que nós! Eram pessoas que assim como, necessitam da misericórdia do PAI e, de seu aperfeiçoamento, afim de nos apresentarmos agradáveis perante nosso Elohim.

Portanto, não deixem que sua emunah esmoreça pelo fato de não presenciarem na Congregação dos dias de hoje, o que até então acreditava ter existido na Congregação do passado! Lembrem-se que, diferenças; conflitos; divergências, dificuldades; pobreza; NÃO é algo novo, MAS SIM, algo a ser superado/vencido.

Que o Eterno Yahu nos ajude nessa jornada, e que nos aperfeçoe a cada dia para que possamos agradá-lo mais e mais.

Shalom!

Congregação de Iarrushua em Queimados-RJ.

 

 

 

 

 


 

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

 

Esses tais são falsos apóstolos, operários desonestos, que se disfarçam em apóstolos de Cristo,

14.o que não é de espantar. Pois, se o próprio Satanás se transfigura em anjo de luz,

15.parece bem normal que seus ministros se disfarcem em ministros de justiça, cujo fim, no entanto, será segundo as suas obras.

 

 

Contato

Oholyao em Queimados RJ

oholyaodeiaurrushua@gmail.com

Pesquisar no site

© 2014 Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por Webnode