Estudo Sobre Oração

Clama a mim, e responder-te-ei, e anunciar-te-ei coisas grandes e ocultas, que não sabes.
YermYahu ( corrompido para Jeremias) 33:3
 
Antes de começarmos esse estudo a respeito da Oração, precisamos ter em mente o seguinte: ORAR NÃO É MEDITAR! E, a necessidade de orarmos, dá-se pelo fato de acreditarmos que através da oração estreitamos nossos laços de intimidade com Yahu e, também porque a respeito dessa prática, fomos instruídos pelo próprio Yahushua, quando ensinou o seguinte: " quando orares, oreis assim: "PAI nosso que estás nos céus...
 
Infelizmente, há quem por má interpretação das Escrituras, acreditam que orar em secreto, é "Meditar", é "orar em pensamento", ou seja, é tão somente abaixar a cabeça, fechar os olhos e, sem emitir som, EM PENSAMENTO, pedir a Yahu o que precisam! E assim fazem, por dois motivos:
 
1º) porque partem do princípio que Yahu é onisciente, isto é, ELE é sabedor de todas as coisas, logo, sabedor do que eles desejam, atenderá o que em pensamento pedem;
 
2º) porque temem que o maligno ouça o que pedem a Yahu em oração! Por isso, "pedem em pensamento",  de modo que o maligno NÃO lance mão do pedido feito a IÁURRU, a ponto de impedir e/ou retardar a resposta que esperam do Yahu em favor deles! Por saber que Yahu é Onisciente, preferem então fazer uso de uma prática que não foi ensinada por Yahushua, a saber: fazer da Oração, Meditação! 
 
Mas a questão é: Foi essa a forma que Yahushua nos ensinou a orar? Foi essa a maneira como ELE orava ao PAI? Se cremos que somos imitadores de Yahushua o Ungido, porventura, agindo de forma diferente como ELE agia no que diz respeito a oração, não estaríamos aborrecendo a IÁURRU? Sim, porque segundo Yahushua tudo o que ELE fazia, ELE aprendeu com o PAI, logo, podemos supor por inferência textual, que a forma como ELE orava deve ser a nossa bússola! O nosso manual! O nosso padrão a ser seguido!
 
O querer fazer diferente do que Yahushua nos ensinou, impede-nos de manifestarmos a EMUNAH (fé), a qual é dom que vem de Elohim!  E se não manifestamos Emunah, não conseguimos agradar a Elohim, pois somente O agradamos, quando o que manifestamos é fruto do que ELE lançou em nós!
 
Portanto, o homem que confia no Yahu, NÃO deixa o Medo, dominá-lo, pois sabe que MAIOR que o medo, deve ser a nossa certeza em relação a eficácia do poder de Elohim em favor dos que nELE confiam!
 
Diante disso, partindo do princípio que ORAÇÃO é o meio pelo qual nos relacionamos com Elohim, de modo a expressarmos perante ELE, de uma foma verbal e/ou por escrito, o que nos aflige, o que nos causa angústia, ansiedade, dor, alegria, tristeza, satisfação e, etc. É através da Oração que o homem manifesta perante o Reino visível e, invisível, os princípios Elohimicos de submissão, obediência, dependência e emunah.
 
Vejamos o texto abaixo:
 
2 Cr 7:14-15 " e se o meu povo, que se chama pelo meu nome, se humilhar, e orar, e buscar a minha face, e se desviar dos seus maus caminhos, então EU OUVIREI do céu, e perdoarei os seus pecados, e sararei a sua terra. Agora estarão abertos os meus olhos e atentos os meus ouvidos à oração que se fizer neste lugar."
 
Percebam que Yahu orienta o seu povo a ORAR, a CLAMAR o seu NOME! Orienta-os também a desviar do caminho mal, afim de que sejam perdoados os seus pecados e, assim sendo, venha sobre eles a cura! Atentem-se que ao clamar o NOME Yahu, ESTE os ouvirá! Ora, sendo assim, por inferência textual, podemos concluir que para sermos ouvidos, faz-se necessário o abrir a nossa boca para falarmos, clamarmos, orarmos! Yahu quer ouvir a nossa voz! Portanto, orar não é meditar! Orar é conversar com aquELE a quem reconhecemos como MAIOR e o MELHOR em nossa vida. É buscarmos naquELE a quem nos colocamos debaixo de sua autoridade, o perdão, o refrigério, a cura, a libertação, afim de que venhamos a viver e testemunhar o poder de Elohim em nossa vida!
 
ORAR é confiar! É exercer a emunah!
 
Abaixo, separamos alguns textos onde podemos perceber que a Oração é falada e, NÃO por meio de meditação ou pensamento:
 
Juízes 13:8 - "Então, Manoa orou a IÁURRU , DIZENDO: " Ah! YHWH, rogo-te que o homem de Elohim, que enviaste, venha ter conosco outra vez e nos ensine o que devemos fazer ao menino que há de nascer."
 
1 Shamuul 2:1 - "Então, orou Ana, DIZENDO:" Então Ana orou, dizendo: O meu coração exulta no YHWH; o meu poder está exaltado no YHWH; a minha boca dilata-se contra os meus inimigos, porquanto me regozijo na tua salvação."
 
 2 Reis 6:17 - "Orou Ulyshua e DISSE: " Ó YHWH, peço-te que lhe abras os olhos, para que veja. E o YHWH abriu os olhos do moço, e ele viu; e eis que o monte estava cheio de cavalos e carros de fogo em redor de Eliseu."
 
2 Reis 6:18 - "E, como desceram contra ele, orou Eliseu a YHWH e DISSE: " Fere de cegueira esta gente, peço-te. E YHWH os feriu de cegueira, conforme o pedido de Elisei."
 
2 Reis 19:15 - "e orou perante YHWH , DIZENDO: " Ó YHWH ULRRIM de Israel, que estás assentado sobre os querubins, tu mesmo, só tu és Elohim de todos os reinos da terra; tu fizeste o céu e a terra."
 
2 Reis 20:2-3  "Então, virou Ezequias o rosto para a parede e orou a YHWH, DIZENDO: " Lembra-te agora, ó YHWH, te peço, de como tenho andado diante de ti com fidelidade e integridade de coração, e tenho feito o que era reto aos teus olhos. E Ezequias chorou muitíssimo."
 
Salmos 5:2-3 " Atende à VOZ do meu clamor, Rei meu e Elohim meu, pois é a ti que ORO. Pela manhã OUVES a minha VOZ, ó YHWH; pela manhã te apresento a minha oração, e vigio."
 
 
Atentem-se para o seguinte fato: se as orações descritas nos textos acima, tivessem sido em pensamento, como elas poderiam ter sido registradas? Diante disso, podemos concluir que alguém ouviu a oração feita e, as registrou por escrito! Portanto ORAR é FALAR, CONVERSAR, DIALOGAR com Yahu! Já o Meditar é quando pensamos, refletimos! Quer ser ouvido por Yahu? Fale com ELE! Converse com ELE, pois ELE se agrada em ouvir a sua voz!
 
Vejam que o salmista Daoud deixa bem claro que orar não é meditar! Não é orar em " pensamento"!!! Pois ciente da misericórdia do Yahu, o salmista clama a Elohim, fazendo-O ouvir a sua voz! Portanto, se desejamos ter nossa oração ouvida, devemos clamar! E assim fazendo manifestamos perante a nuvem de testemunha que nos rodeia que aquELE a quem invocamos, é exatamente quem nos governa!
 
 
1 - POR QUE ORAR?
 
Aprendemos com as Escrituras que, Yahu é Onisciente e, assim sendo, Ele é sabedor de todas as coisas! Nada passa desapercebido diante do seu olhar! Onde quer que estejamos, alí seus olhos nos contemplam! E, diante disso, surge-nos a seguinte pergunta: Sendo Yahu Onisciente, pra que orarmos, se Ele sabe o que necessitamos? O Salmista Davi, assim proferiu:
 
" YHWH, tu me sondaste, e me conheces. Tu sabes o meu assentar e o meu levantar; de longe entendes o meu pensamento. Cercas o meu andar, e o meu deitar; e conheces todos os meus caminhos. Não havendo ainda palavra alguma na minha língua, eis que logo, YHWH, tudo conheces." Salmos 139:1-4
 
Como podemos perceber, não existe lugar por mais alto que seja, ou mais profundo que seja, que impeça Yahu de saber onde escondemos nossas aflições, nossas necessidades, medos, amarguras... Ele é conhecedor de tudo e, de todas as coisas! E, nisso, mais uma vez perguntamos: Sendo assim, qual a necessidade de orarmos, se Yahu sabe do que necessitamos?
 
Há quem responda: "para que nossa oração seja ouvida!"; outros assim diz: " porque Ele quer que clamemos!" Sim. É verdade! Yahu quer que clamemos, mas qual a necessidade do clamor? Qual a sua importância? O que manifestamos quando clamamos a alguém? É a compreensão a respeito disso, que nos fará perceber a importância da oração!
 
Quando clamamos, primeiramente estamos obedecendo a uma ordenança do próprio Yahu: "clame a mim!" e, o clamar a alguém, dá-se pelo fato de confiarmos que esse alguém, é poderoso para nos conceder o que a ele pedimos! Neste caso, quando recorremos a alguém em clamor, é porque vemos esse alguém, como aquele que está acima de nós! Como alguém, cuja autoridade está acima da nossa! E, cuja capacidade de resolver qualquer situação, é infinitamente maior que a nossa! Portanto, o clamor requer de nós, a manifestação dos seguintes princípios: 
 
1 - Emunah(confiança); Ter a certeza que Yahu é o único capaz de responder com eficácia nossas orações
 
Salmo 13:5 "Mas eu confio na tua benignidade; na tua salvação se alegrará o meu coração."
 
Salmo 119:50 Isto é a minha consolação na minha aflição, porque a tua palavra me vivificou. "
 
Marcos 5:36 E Yahushua, tendo ouvido estas palavras, disse ao principal da sinagoga: Não temas, crê somente. "
 
Jo 5:24 "Na verdade, na verdade vos digo que quem ouve a minha palavra, e crê naquele que me enviou, tem a vida eterna, e não entrará em condenação, mas passou da morte para a vida."
 
 
2 - Dependência;  Saber que fora do Yahu, não há socorro! Não há vida! Não há segurança!
 
Isaias 46:6 " Lembrai-vos das coisas passadas desde a antiguidade; que eu sou EL, e não há outro Elohim, não há outro semelhante a mim."
 
Jo 6:48 Respondeu-lhe, pois, Simão Pedro: Adon, para quem iremos nós? Tu tens as palavras da vida eterna."
 
Atos 4:12 "E em nenhum outro há salvação, porque também debaixo do céu nenhum outro nome há, dado entre os homens, pelo qual devamos ser salvos."
 
 
3 - Submissão; É colocar-se debaixo da autoridade daquele nos governa; daquele que temos como o MAIOR sobre nós.
 
Marcos 14:36 "E disse: Aba, Pai, todas as coisas te são possíveis; afasta de mim este cálice; não seja, porém, o que eu quero, mas o que tu queres." 
 
Tiago 4:7 "Sujeitai-vos, pois, a YHWH, resisti ao diabo, e ele fugirá de vós."
 
 
4 - Humildade. Está no reconhecer que:  se há algo de bom no que fazemos, é porque não provém de nós mesmos, mas sim daquele que nos tem revestido com o seu poder e, autoridade. O princípio da humildade, leva-nos a se colocar como o menor, de modo que, pelo maior, sejamos abençoados.
 
Marcos 10:18 "E Yahushua lhe disse: Por que me chamas bom? Ninguém há bom senão um, que é YHWH Elohim." 
 
Filipenses 2:3 Nada façais por contenda ou por vanglória, mas por humildade; cada um considere os outros superiores a si mesmo."
 
Efésios 4:2 "Com toda a humildade e mansidão, com longanimidade, suportando-vos uns aos outros em amor."
 
 
2 - COMPREENDENDO O ORAR EM SECRETO
 
Quando IAURRÚSHUA nos instruiu acerca da oração, Ele nos forneceu dois exemplos: 
 
1º) diz respeito àquele que NÃO ser seguido! E, que exemplo foi esse? O exemplo dos hipócritas, os quais oraravam para serem vistos pelos homens e, destes, receberem honra e; os gentios que eram repetitivos em suas orações, acreditando que por muito falar, seriam ouvidos! 
 
2º) diz respeito àquele que deve ser seguido! E, que exemplo é esse? O de orarmos a Yahu em secreto!
 
Com base no que Yahushua nos ensina, deparamo-nos com duas situações: o orar em público e, o orar em secreto! E, nisso, surge-nos a seguinte pergunta: O que seria esse público? E o que seria para nós o secreto?
 
Para obtermos as respostas a essas perguntas, vejamos o texto abaixo:
 
Mt 6:5-7 "E, quando orares, não sejas como os hipócritas; pois se comprazem em orar em pé nas sinagogas, e às esquinas das ruas, para serem vistos pelos homens. Em verdade vos digo que já receberam o seu galardão. Mas tu, quando orares, entra no teu aposento e, fechando a tua porta, ora a teu Pai que está em secreto; e teu Pai, que vê em secreto, te recompensará publicamente. E, orando, não useis de vãs repetições, como os gentios, que pensam que por muito falarem serão ouvidos."
 
Analisando o texto acima, o que podemos perceber acerca das instruções de Yah no que diz respeito ao orar em público, é o seguinte: o orar em público NÃO é o problema, pois Yahushua também orva em público! O problema está na forma e/ou propósito que o indivíduo tem em orar em público! Havia na sinagoga, aqueles que oravam para chamar a atenção dos que alí frequentavam, de modo que por esses, fossem vistos como homens de oração, de honra, que gostavam de ser chamados de mestres, de muita emunah e, respeito! Eram esses homens que, na hipocrisia de suas longas orações, em visita as viúvas, devoravam o que havia na casa destas, conforme podemos observar no texto abaixo:
 
Mt 23:14 "Ai de vós, escribas e fariseus, hipócritas! pois que devorais as casas das viúvas, sob pretexto de prolongadas orações; por isso sofrereis mais rigoroso juízo."
 
Em relação ao orar em secreto, precisamos ter em mente o seguinte: O "secreto" é o nosso momento íntimo com Yahu, onde a sós, com ELE, assim como fez Yahushua no Getsêmani, quando foi orar ao PAI, apresentando a ESTE, o seu desejo, a sua aflição, conforme podemos perceber no texto abaixo:
 
Mc 14:32-36 "E foram a um lugar chamado Getsêmani, e disse aos seus discípulos: Assentai-vos aqui, enquanto eu ORO. E tomou consigo a Pedro, e a Tiago, e a João, e começou a ter pavor, e a angustiar-se. E disse-lhes: o meu ser está profundamente triste até a morte; ficai aqui, e vigiai. E, tendo ido um pouco mais adiante, prostrou-se em terra; e OROU para que, se fosse possível, passasse dele aquela hora. E disse: Aba, Pai, todas as coisas te são possíveis; afasta de mim este cálice; não seja, porém, o que eu quero, mas o que tu queres."
 
O buscar a face do Yahu, renova-nos a emunah, revigora nossa força, faz-nos enxergar o que em meio as aflições não conseguimos enxergar e, leva-nos a se sujeitar a sua vontade!
 
 
3 - TIPOS DE ORAÇÃO
 
Existem vários tipos de oração, dentre elas citamos:
 
a) PETIÇÃO - São orações que fazemos por nós mesmos e, por outras pessoas
 
1Sm 1:27 "Por este menino orava eu; e YHWH atendeu à minha petição, que eu lhe tinha feito. "
 
Salmos 21:2 "Cumpriste-lhe o desejo do seu coração, e não negaste as súplicas dos seus lábios."
 
Mt 7:7-8 " Pedí, e dar-se-vos-á; buscai, e achareis; batei e abrir-se-vos-á. Pois todo o que pede, recebe; e quem busca, acha; e ao que bate, abrir-se-lhe-á."
 
 
b) INTERCESSÃO - São orações que fazemos em favor de outras pessoas
 
Mt 5:44-45 "Eu, porém, vos digo: Amai aos vossos inimigos, e orai pelos que vos perseguem; para que vos torneis filhos do vosso Pai que está nos céus; porque ELE faz nascer o seu sol sobre maus e bons, e faz chover sobre justos e injustos."
 
Jo 17:9-15 "Eu rogo por eles; não rogo pelo mundo, mas por aqueles que me deste, porque são teus...E eu já não estou mais no mundo, mas eles estão no mundo, e eu vou para ti. Pai santo, guarda em teu nome aqueles que me deste, para que sejam um, assim como nós...Não peço que os tires do mundo, mas que os livres do mal."

Tiago 5:16 "Confessai as vossas culpas uns aos outros, e orai uns pelos outros, para que sareis. A oração feita por um justo pode muito em seus efeitos."
 
 
3 - POR QUE PRECISAMOS PERSEVERAR EM ORAÇÃO
 
Nossa emunah e, nosso interior é provado a todo instante! Nosso inimigo, posiciona-se sempre em oposição as benção que nos são liberadas, e para alcançar exito em tal intento, lançam desafios quanto a nossa emunah(fé), daí compreendermos o porque de semos orientados a ORAR SEM CESSAR! (1Tessalonicenses 5:17)
 
As Escrituras nos revelam em Daniel 9:1-23, a resitência feita pelo Príncipe da Pérsia, quanto a oração feita pelo servo de Yahu, conforme podemos observar com o texto abaixo:
 
"No ano primeiro de Dario, filho de Assuero, da linhagem dos medos, o qual foi constituído rei sobre o reino dos caldeus. No ano primeiro do seu reinado, eu, Daniel, entendi pelos livros que o número de anos, de que falara o YHWH ao profeta Jeremias, que haviam de durar as desolações de Yerushalém, era de setenta anos. Eu, pois, dirigi o meu rosto ao YHWH Elohim, para o buscar com oração e súplicas, com jejum, e saco e cinza. E orei ao YHWH meu Elohim, e confessei, e disse: Ó YHWH, Elohim grande e tremendo, que guardas o pacto e a misericórdia para com os que te amam e guardam os teus mandamentos; pecamos e cometemos iniqüidades, procedemos impiamente, e fomos rebeldes, apartando-nos dos teus preceitos e das tuas ordenanças. Não demos ouvidos aos teus servos, os profetas, que em teu nome falaram aos nossos reis, nossos príncipes, e nossos pais, como também a todo o povo da terra. A ti, ó YHWH, pertence a justiça, porém a nós a confusão de rosto, como hoje se vê; aos homens de Judá, e aos moradores de Yerushalém, e a todo Israel; aos de perto e aos de longe, em todas as terras para onde os tens lançado por causa das suas transgressões que cometeram contra ti. Ó YHWH, a nós pertence a confusão de rosto, aos nossos reis, aos nossos príncipes, e a nossos pais, porque temos pecado contra ti. Ao YHWH, nosso Elohim, pertencem a misericórdia e o perdão; pois nos rebelamos contra ele, e não temos obedecido à voz do YHWH, nosso Elohim, para andarmos nas suas leis, que nos deu por intermédio de seus servos, os profetas... Agora, pois, ó Elohim nosso, ouve a oração do teu servo, e as suas súplicas, e sobre o teu santuário assolado faze resplandecer o teu rosto, por amor do YHWH.  Inclina, ó Elohim meu, os teus ouvidos, e ouve; abre os teus olhos, e olha para a nossa desolação, e para a cidade que é chamada pelo teu nome; pois não lançamos as nossas súplicas perante a tua face fiados em nossas justiças, mas em tuas muitas misericórdias. Ó YHWH, ouve; ó YHWH, perdoa; ó YHWH, atende-nos e põe mãos à obra sem tardar, por amor de ti mesmo, ó Elohim meu, porque a tua cidade e o teu povo se chamam pelo teu nome. Enquanto estava eu ainda falando e orando, e confessando o meu pecado, e o pecado do meu povo Israel, e lançando a minha súplica perante a face do YHWH, meu Elohim, pelo monte santo do meu Elohim, sim enquanto estava eu ainda falando na oração, o varão Gabriel, que eu tinha visto na minha visão ao princípio, veio voando rapidamente, e tocou-me à hora da oblação da tarde. Ele me instruiu, e falou comigo, dizendo: Daniel, vim agora para fazer-te sábio e entendido. No princípio das tuas súplicas, saiu a ordem, e eu vim, para to declarar, pois és muito amado; considera, pois, a palavra e entende a visão."
 
 
Um ponto interessante a observarmos nesse texto é o seguinte: Daniel atentou-se para a profecia do IÁURRU! Atentou-se para as suas promessa e, confiou em sua Palavra. Aqui deparamo-nos com o ponto chave da oração: 
 
1º - saber o que nos foi prometido;
2º - confiar na Palavra do Yahu e;
3º - reivindicar o cumprimento de suas Promessas e/ou de sua Palavra!
 
Quando o homem é movido pela emunah a apresentar-se a Yahu com petições e súplicas, este assim procede despido da soberba, da arrogância, da independência e, da insubmissão! O homem movido a interceder por si mesmo e por terceiros, é levado a manifestar a humildade, pois somente em humildade, o homem reconhece que em si mesmo nada pode fazer!
 
Daniel como homem temente a Elohim, reconheceu o pecado do povo, do qual ele fazia parte! E ao reconhecer o pecado, o expôs diante de Elohim e, perante a nuvem de testemunha que se encontra tanto no reino visível(material), quanto no reino invisível (espiritual).
 
Leiamos atentamente o texto abaixo, afim de observarmos o quanto Yahu se agrada, quando em humildade nos colocamos diante dELE, confessando e reconhecendo nossos pecados, crendo que ELE é poderoso para nos conceder o perdão. Quando manifestamos a humildade, manifestamos o princípio espiritual, o qual nos identifica com Elohim!
 
Diante de tudo o que foi dito, podemos perceber que a ORAÇÃO TEM GRANDE IMPORTÂNCIA E, GRANDE EFEITO E/OU IMPACTO NO REINO ESPIRITUAL E, NO REINO MATERIAL! 
 
E acerca dessa importância referente a ORAÇÃO, a própria Escritura nos revela o seguinte:
 
a - quando houver em nosso meio alguém triste, devemos ORAR;
b - a oração da Emunah salvará o doente, e Yahu o levantará; e, se houver cometido pecados, ser-lhe-ão perdoados;
c - somos instruídos a orar uns pelos outros, para sermos curados;
d - a súplica de um justo pode muito na sua atuação.
 
Observem o quão eficaz é a oração dos crentes em Yahushua, o Ungido! A ORAÇÃO traz cura!! A oração causa impacto no reino visível e invisível, transformando a situação do momento!
 
Queres ser curado? Queres ser perdoado de seus pecados? Queres vivenciar o poder do Yahu em sua vida? Então passe a viver uma vida de oração, na qual os princiíos espirituais do Yahu sejam manifestos e vos identifiquem como Filhos do Altissímo, seus herdeiros em Yahushua o Ungido.
 
 
4 - POR QUE ORAMOS E NÃO RECEBEMOS?
 
É muito comum encontrarmos pessoas frustradas em sua emunah, em razão de não receberem o que pedem! E, nisso murmuram: "pra quê orar, se tudo o que peço, não recebo? Fulano, beltrano, ciclano, oram e, recebem! Mas eu...quanto mais oro, pior fica!"  Estes se vêem como os coitados, como vítimas, como aqueles que são deixados de lado por tudo e, por todos! E, assim sendo, não se atentam que lhes falta alguma coisa...
 
Em uma de nossas conversas acerca do ensino na Congregação, aprendemos o seguinte: Não basta o indivíduo falar que conhece o Verdadeiro Nome do Criador! NÃO basta o indivíduo falar que conhece a "bíblia" de uma ponta a outra! Não basta o indivíduo falar que é imerso, que faz caridade, que é bom filho, bom esposo... o que se requer de nós é: o arrependimento de nossos pecados e, a conversão, de modo que não venhamos ser pegos em falta na balança!
 
Vejamos o texto abaixo:
 
Lc 22:27-32 "Pois qual é maior: quem está à mesa, ou quem serve? Porventura não é quem está à mesa? Eu, porém, entre vós sou como aquele que serve. E vós sois os que tendes permanecido comigo nas minhas tentações. E eu vos destino o reino, como meu Pai mo destinou, Para que comais e bebais à minha mesa no meu reino, e vos assenteis sobre tronos, julgando as doze tribos de Israel. Disse também o Adon: Simão, Simão, eis que Satanás vos pediu para vos cirandar como trigo; Mas eu roguei por ti, para que a tua emunah não desfaleça; e tu, quando te CONVERTERES, confirma teus irmãos."
 
Jo 3:1-5 "E havia entre os fariseus um homem, chamado Nicodemos, príncipe dos judeus. Este foi ter de noite com Yahushua, e disse-lhe: Rabi, bem sabemos que és Mestre, vindo de Yahu; porque ninguém pode fazer estes sinais que tu fazes, se YHWH não for com ele. Yahushua respondeu, e disse-lhe: Na verdade, na verdade te digo que aquele que não nascer de novo, não pode ver o reino de YHWH. Disse-lhe Nicodemos: Como pode um homem nascer, sendo velho? Pode, porventura, tornar a entrar no ventre de sua mãe, e nascer? YAHUSHUArespondeu: Na verdade, na verdade te digo que aquele que não nascer da água e do Espírito, não pode entrar no reino de YHWH."
 
Separamos esses dois textos para mostrarmos a importância de sermos benção e, sermos abençoadores! Percebam que no primeiro texto, temos o exemplo de Pedro, o qual foi escolhido pelo Mestre Yahushua, para acompanhá-lo e, ser um de seus discípulos! Em Mc 6:7-13, lemos as instruções dadas por Yahushua a Pedro e, aos demais discípulos, além de conder-lhes autoridade para expulsar demônios, dentre outras coisas!
 
O que nos chama a atenção é o seguite fato: Pedro, assim como os demais discípulos orava, apregoava o Reino do Yahu, expulsava demonios...enfim os sinais o seguiam, mas... ainda assim, faltava-lhe uma coisa: a CONVERSÃO!
 
Já no segundo texto, deparamo-nos com um fariseu, conhecedor das Leis, sabedor do que podia e, o que não podia ser feito! Era conhecer da palavra do IÁURRU e, assim sendo, reconhecia a autoridade de Yahushua, a qual sabia que seus feitos era oriundo daquEle que O enviou! Mas... ainda assim, faltava-lhe uma coisa: o NASCER DE NOVO!
 
O que aprendemos com esses textos foi o seguinte: muito das vezes deixamos de receber o que pedimos, porque pedimos mal! Porque pedimos as demais coisas, ao invés de pedirmos e, buscarmos o que realmente nos falta para sermos benção e, abençoadores!
 
Quando nos propomos a servir a Yahu com verdade, somos instruidos no caminho da verdade, de modo que venhamos tomar conhecimento do que nos falta, assim como Pedro tomou conhecimento do que lhe faltava! Assim como Nicodemos também tomou conhecimento do que lhe faltava! Nós também precisamos tomar conhecimento do que nos falta, de modo que, não venhamos desfalecer na emunah! 
 
Quando agimos por nós mesmos, defraudamos a nós mesmos! E, como isso é possível? Quando agimos pela emoção, pela ira, pela raiva, pelo ciúme, pela inveja, pela ganância, pelo "toma lá da cá", pelo "olho por olho, dente por dente", pela injustiça, pelo medo, pela insegurança...! Quando deixamos de ser fiéis para com aqueles que estão debaixo de nossa autoridade, sob nossa resposnsabilidade e, para com aqueles que estamos sujeitos!
 
Precisamos ter em mente o seguinte: As trevas não se vence com sentimentos trevosos! As trevas são combatidas com SUBMISSÃO, ORAÇÃO E JEJUM! Portanto, precisamos saber o que nos falta e, nesse conhecimento do que nos falta, buscarmos! Porque tendo o que nos falta, estaremos aptos a receber as demais coisas, a perseverarmos em manter o que já temos!
 
Oração é isso! É pedir o que convém, porque reconhecemos que nos falta algo! Reconhecemos que somente UM pode nos conceder o que nos falta! E, assim sendo, colocamo-nos debaixo da autoridade deste que nos supri as necessidades, porque nELE confiamos! Quando nascemos de novo, somos movidos a conversão e, na conversão aprendemos a pedir o que convém! E, o saber pedir o que convém, começa pelo que nos falta, de modo que, as demais coisas nos sejam acrescentadas!
 
Quando pedimos o que nos falta, fechamos as brechas, que por descuido deixamos surgir em nós. Uma casa que não recebe reparos, coloca em risco sua estrutura! Do mesmo modo, a falta de cuidado com nossa vida espiritual, faz surgir brechas, nas quais nossos inimigos entram e, causam grandes estragos! Precisamos viver em oração, na busca pelo que nos falta! E se o que nos tem faltado no reino espiritual, é paciência, busquemos então paciência! Se nos tem faltado misericórdia, buquemos misericórdia! Se nos tem faltado coragem, busquemos coragem... busquemos primeiramente o reino dos céus e a sua justiça, afim de que, as demais coisas nos sejam acrescentadas por IÁURRU!
 
ORAI SEM CESSAR
1 Tessalonicenses 5:17

                

 

Sugerimos ao leitor que acesse também os seguintes estudos:

www.oholyao-em-queimados-rj.com.br/estudos-escriturais/compreendendo-a-respeito-do-tetragrama-sagrado/

www.oholyao-em-queimados-rj.com.br/estudos-escriturais/o-que-voc%C3%AA-sabe-sobre-emunah-fe-/

Contato

Oholyao em Queimados RJ

oholyaodeiaurrushua@gmail.com

Pesquisar no site

© 2014 Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por Webnode